Hoje é o Dia Nacional de Combate ao Fumo

Esta sexta-feira, 29, é lembrada como o Dia Nacional de Combate ao Fumo. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o tabagismo é considerado a principal causa de morte evitável em todo o mundo. No Brasil estima-se que, a cada ano, 200 mil brasileiros morrem precocemente devido às doenças causadas pelo tabagismo.

De acordo com a Pesquisa Especial sobre Tabagismo (Petab), realizada em 2008 pelo Ministério da Saúde (MS) e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 80% dos fumantes iniciaram o tabagismo antes dos 19 anos e 20% com menos de 15 anos.

A gerente de Vigilância de Agravos, Gladis Helena da Silva, alerta “O tabagismo passivo é a terceira maior causa de morte evitável no mundo, subsequente ao tabagismo ativo e ao consumo excessivo de álcool”. Fumantes passivos têm um risco 23% maior de desenvolver doença cardiovascular e 30% a mais de chance em ter câncer de pulmão. Além disso, têm maior propensão à asma, redução da capacidade respiratória e 24% de chances em ter infarto do miocárdio e maior risco de arteriosclerose.

O tabaco é a segunda droga mais consumida entre os jovens no mundo e no Brasil. Isso se deve à facilidade e aos estímulos para obtenção do produto, entre eles, o baixo custo, os cigarros com sabor, a curiosidade pela imitação do comportamento do adulto, a promoção e o marketing dos produtos derivados do tabaco. O cigarro é composto por folhas de fumo que contêm mais de 4.500 complexos químicos, muitos dos quais se transformam em outras combinações. Esses complexos incluem arsênico, amônia, sulfito de hidrogênio e cianeto hidrogenado.

No Brasil, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) e a Secretaria de Atenção à Saúde, vinculados ao Ministério da Saúde, desenvolvem ações integradas para a prevenção do tabagismo e de atenção aos fumantes. “Essas ações são realizadas nos estados e municípios para conscientizar a sociedade sobre os danos causados pelo cigarro, além de atender os usuários que buscam tratamento para o tabagismo”, explica a responsável pelo Programa Estadual do Tabagismo da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, Adriana Elias.

Fonte: SECOM/SC

Udesc oferece programa gratuito de prevenção e terapia para problemas posturais

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) está com inscrições abertas para o projeto Postura Corporal, que oferece gratuitamente uma abordagem terapêutica de grupo voltada para problemas relacionados à postura. Os encontros são realizados às quintas-feiras, das 16h às 17h, na sala 10 da Clínica Escola de Fisioterapia. A clínica fica no Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (Cefid), unidade da Udesc no Bairro Coqueiros, em Florianópolis.

Durante as sessões, são realizados exercícios de correção postural (alongamento e fortalecimento muscular), trabalhos de consciência corporal e orientação postural. A proposta é levar o conhecimento do próprio corpo com aulas teóricas básicas, além de orientações sobre postura nas atividades da vida diária e profissional.

Os exercícios e as orientações têm caráter preventivo, ao evitar lesões e sobrecargas no sistema músculo-esquelético, e terapêutico, ao dar enfoque à melhoria das queixas e doenças associadas aos desvios posturais. Os participantes são avaliados no início e fim do programa.

Inscrições
O projeto Postura Corporal é uma das ações do programa de extensão Integração, coordenado pela professora doutora Andrea Fontoura Motta. Os interessados podem se inscrever pelo e-mail integracao.cefid@udesc.br, informando nome completo.

Fonte: SECOM/SC